Notícias



Volkswagen pode transferir produção da Alemanha para países menos afetados pela crise do gás
Autogear


O Grupo Volkswagen que está a estudar transferir a produção da Alemanha e de alguns países do Leste da Europa, caso se mantenha a escassez de gás natural, o mais recente sinal de que da crise energética desencadeada pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

A Volkswagen conta com importantes unidades de produção na Alemanha, Eslováquia e na Chéquia, países bastante dependentes do gás russo e bastante afetados pela crise energética.

Como alternativas de médio prazo estamos concentrados na realocação da capacidade de produção ou alternativas técnicas semelhantes ao que já é prática comum no contexto dos desafios relacionados com a escassez de semicondutores e outras interrupções nas cadeias de abastecimento", informou o diretor do departamento de compras da Volkswagen, Geng Wu, em comunicado.

Recorde-se que o Grupo Volkswagen conta com unidades de produção em Portugal, Espanha e Bélgica, países que contam com terminais de gás natural, e que podem responder as necessidades do grupo automóvel.

A Volkswagen já revelou que deve ser capaz de manter a produção nos próximos 5 a 6 meses se a Alemanha continuar a aumentar as suas reservas de gás, mas que o aumento dos preços da energia e a instabilidade nas cadeias de abastecimento representam um risco para a produção global.